Pandoro de cada dia

Literalmente um pao de ouro
A massa mais fofa que ja existiu
Mais delicioso que um panetone ou uma torta de festa
Tri bom com champagne, spumante ou leite (na manha seguinte)

Proxima vez que eu rezar o Pai Nosso vou certamente inverter os paes.

Bom Natal (e pandoro) a todos que querem o bem!

por vanessawoz | 25 de dezembro | Comentários (4) | TrackBack (0)

Arrival

Chego dia 29 de manha a POA. Na mala, duas saias, muitos pacotinhos de presentes e um bikini. Muitos dias de sol para matar as saudades e recarregar as baterias. Ferias. To chegando, to chegando.

por vanessawoz | 18 de dezembro | Comentários (0) | TrackBack (0)

Strawberry Fields

110841638_992d0985ac.jpg

Entrei na Catedral Duomo hoje passando pelo centro da cidade. Enquanto as filas de turistas disparavam seus flashes, eu acendi duas velas. Velas de verdade, nao aquelas de luzinha que tem por aqui. Uma pela Nonna e outra pelo Gabi. Coloquei-as ali em pe e fiquei olhando-as derreter. Cada gotinha que escorria parecia uma lagrima. Chorei. Caspita! Como Ú duro.

Reli o post de ontem. Levei tres horas para juntar aquelas 4 linhas ali.
Estou muito incomformada e me pergunto "Por que?"... Porque acontecera com todos nos. Porque Ú assim. Porque Deus sabe seus caminhos. Porque... Existem milhoes de respostas. Mas nenhuma delas Ú a justa. Vai demorar a passar essa dor, mas eu so espero que passe.

por vanessawoz | 10 de dezembro | Comentários (2) | TrackBack (0)

Gabriel

Assunto dificil.
O menino que me cantarolava When I'm sixty-four nos deixou aos vinte e dois. E eu to custando a acreditar. Doi. Tenho lido os posts da galera falando um pouco de quem foi Gabriel Pillar, me emociono com cada um deles... ao ver o Trasel dizer como dois amigos se transformam um pouco um no outro, a Andreis lembrando das coreografias Fuego Lento nas chinelagens, o Elvis com a frase "it hurts to set you free". Mas Ú preciso...

Eu conheci o Gabriel nos meus dois ultimos anos de faculdade. Eramos grudados. Foi ele quem me inspirou a escrever minha monografia, a viajar, a ter mais sede de conhecimento, a criar este blog. Ele foi muito especial na minha vida, como namorado, companheiro e amigo, sempre com aquele sorrisao e voz grave passando seguranša.

Penso numa das ultimas fotos que tiramos juntos. Eu estou apoiando a cabeša no ombro dele olhando para um lado e ele olhando para o outro, na praia no final de 2004, um findi antes de eu viajar para Londres. Haviamos caminhos diferentes para trilhar e pessoas diferentes para encontrar. Sou feliz por ter te conhecido, menino.

Nao nos viamos ha dois anos e nossos emails eram mais uma longa conversa sem inicio nem fim, ja nao se dizia oi ou tchau. Pareciamos aqueles velhos amigos que jogam xadrez a distancia. Ele estava um pouco inseguro sobre o trabalho de conclusao de curso, mas eu tinha certeza de que ia ser um "A certo". Eu nao me despedi dele.

Lembrando as ultimas trocas de ideias, a frase no msn "Life is a musical", ou o "Vane, bom falar contigo". Sim, foi bom falar contigo, todas as vezes, Gabi. Ao vivo, por telefone, por computador. Desculpa eu nao ter estado por perto para ver tuas ultimas conquistas, mas saiba que eu fiquei sempre na torcida. Sempre.

E eu vou querer lembrar sempre de ti assim: assobiando na praia com uma maquina fotografica na mao. E parecendo tao em paz. Mi mancherai!

vanessawoz direto do velho mundo.